10 de jun de 2016

Você já ouviu falar de Espírito Excelente ?



  Havia um homem por nome de Daniel, e este Daniel era um jovem hebreu , que foi levado de Jerusalém para ser escravo em Babilônia, no ano 605 a.C. Era um jovem formoso vindo de uma família nobre e cheio de sabedoria, por estas e outras qualidades ele foi levado para servir o rei Nabucodonosor, rei da Babilônia, porém a principal qualidade que me chama muita atenção sobre Daniel é descrita no livro de Daniel 6:3 em que o rei Dario, rei da babilônia após Nabucodonosor, encontra em Daniel, diz ele ter Daniel um espírito excelente. Mas o que seria este espírito excelente?
  Sabemos que excelente significa extraordinário ou aquilo que excede, mas o que seria espírito excelente que Daniel possuía? Estaria isto relacionado ao seu caráter e devido define o dicionário informal caráter é um conjunto das qualidades, boas ou más, de um indivíduo lhe determinam a conduta e a concepção moral.
   Observando o caráter de Daniel podemos dizer que Daniel era :
  • Justo: Encontramos esta afirmação no livro de Ezequiel 14:14,20.
  • Nobre: Esta nobreza não era concedida à Daniel pelo simples fato de Daniel ser de uma família real, porque qual é a definição de nobreza senão ser um indivíduo que tem títulos e certos privilégios concedia por um soberano,  e quem seria mais soberano do que Deus, ninguém é mais soberano do que Deus e Daniel se comportavam como um verdadeiro filho de Deus e isto faz de Daniel um nobre.
  • Fiel: É ser exato; correto; em Daniel 6:4 percebemos a fidelidade de Daniel, a ponto dos outros governadores procurarem algo para acusar a Daniel e não conseguir encontrar. Daniel era considerado fiel porque Daniel expressava o caráter de Deus.
  • Reto: É andar em linha com a vontade de Deus. Daniel demonstra sua retidão após interpretar as palavras escritas na parede, e estas palavras nenhum mago, ou magistrado, ou caldeus, ou adivinhos ou sábios, conseguiam interpretar somente Daniel conseguiu interpretar, e com isso, ganhou Daniel presente do rei, porém Daniel se recusou, pois se Daniel recebesse estaria sendo cúmplice do rei, e ser reto é manter-se íntegro diante das coisas que possam comprometer o seu testemunho.
  • Lealdade: autêntico; verdadeiro; sincero; Daniel serviu a 4 reis na Babilônia por fruto de sua lealdade, somente uma pessoa leal consegue testemunho que passa de geração para geração, isto está comprovado no livro de Daniel 5:10-12.

  Ou será que espírito excelente estava relacionado à sua competência, pois Daniel era extremamente competente e muito útil principalmente para Deus, e sua utilidade para Deus estava vinculada principalmente ao caráter de Daniel, mas além de seu caráter sua competência tornava-o muito mais útil nas mãos de Deus. O que fazia de Daniel uma pessoa competente, era sua sabedoria dada por Deus. E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Tiago 1:5.
   Além de sabedoria, Daniel tinha inteligência e conhecimento também, embora estas três coisas parece ser as mesmas coisas, elas não são, portanto é importante conhecer suas definições:
  • Conhecimento: É o quanto uma pessoa conhece sobre um assunto.
  • Inteligência: É a capacidade de raciocínio de alguém.
  • Sabedoria: É a capacidade de relacionar-se e de lidar com situações e com pessoas.
Contudo chego a uma conclusão que espírito excelente de Daniel, além do caráter e competência estava um fator muito mais forte relacionado era algo espiritual. A bíblia deixa claro que Daniel era cheio do Espírito Santo. Alguns fatores denuncia esta posição:
  • Primeiro fator, Daniel tinha uma vida de oração: Mesmo quando Daniel foi impedido  de fazer suas orações, e isto foi uma forma que alguns governadores por inveja usaram para poder acusar Daniel, todavia manteve-se firme em suas convicções.
  • Segundo fator, Daniel tinha conhecimento espiritual: O conhecimento de Daniel vinha do Espírito Santo. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. João 14:26.
  • Terceiro fator, Daniel era sensível a Deus: Daniel reconhecia o seu pecado e o pecado do povo e constantemente pedia perdão a Deus pelos pecados cometidos. O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. Provérbios 28:13.
  • Quarto fator, Daniel era um homem de visão: Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes. Jeremias 33:3.
  • Quinto fator, Daniel tinha discernimento: Além de dar visões à Daniel, Deus mandava Daniel discernir, e Deus só fez isto porque Daniel sabia discernir. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 1Corintios 2:14.
    O amor de Deus registrado em Daniel 10:11 e a fidelidade de Daniel registrado em Daniel 12:13 confirmava espírito excelente em Daniel. Agora se alguém examinasse sua vida, encontraria espírito excelente em ti?