20 de fev de 2015

Cuidado! quem Disse que Deus não se agrada só do homossexualismo? Você que os julga sempre,também não comete pecados que Deus condena?

 
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." (João 3.16)
Segundo cremos, conforme registra na Palava de Deus (Bíblia Sagrada), que esta é a vontade do Pai celestial para todo ser humano: que não se perca. 
O caminho é o filho: Jesus Cristo. Se não for por ele, ninguém chegará a Deus. Ele é o caminho, a verdade e a vida. Nele encontramos descanso para nossas almas. Quem crê no Filho, automaticamente crê naquele que o enviou: o Pai. (João 12.44-46)
Ainda a Palavra escrito está:"Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra  que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou." disse Jesus.
Então, percebemos que a condicionalidade para se chegar a Deus é pelo Filho, sem ele é impossível alcançar a salvação e a vida eterna.
O mais interessante é que para termos uma vida de comunhão com Deus, é necessário guardar a sua palavra para assim conhecer a sua vontade. Sem contar com a ajuda do Espírito Santo que habita em todo aquele que aceita o Filho.
Nos dias atuais o que mais vemos são pessoas quererem se aproximar do Deus sem conhecer e aceitar a sua palavra. 
As pessoas se ofendem quando alguém lhe mostra o que a palavra diz a respeito disso ou daquilo e o caminho do arrependimento. 
Todos nós pecamos. A partir do momento em que Adão e Eva desobedeceram o pecado entrou no mundo e passou fazer parte da vida humana, Sem apreciarmos a palavra de Deus e a obedecermos, somos prisioneiros do pecado o tempo todo: parece pesado, mas vivemos sob a escravidão dele. 
Somente o sangue de Jesus derramado na cruz é que pode nos libertar desse julgo tão pesado. 
É fato, incontestável, que Deus ama a todos, porém não ama o pecado, transgressão a sua lei. 
Nos dias atuais não podemos de forma alguma dizer que Deus não ama uma pessoa pelas atitude que comete, mas antes seu desejo é deixe suas más atitudes, seus erros e se arrependa. Assim como um pai corrige o filho porque ama, Deus da mesma forma nos corrige porque nos ama. 
Sua Palavra é a expressão da sua vontade para o ser humano e é nisto que cremos.
Não podemos falar pela metade. A própria palavra adverte que não podemos tirar ou acrescentar nada . (Apocalipse 22.18 e 19). Desta maneira, não podemos pregar somente o que convém para algumas classes de pessoas. Seríamos negligentes e estaríamos privando que o conhecimento da vontade de Deus fosse ensinado às nações!
Onde quero chegar com tudo isso? 
Devemos amar a todos, assim como o Senhor nos ama, mas não podemos concordar com aquilo que vai contra a Palavra de Deus. Hoje muito se fala contra a opção sexual de algumas pessoas e, infelizmente, muitas vezes de forma desrespeitosa. Mas, em meio esse contexto, há muitos outros pecados que Deus também não se agrada e precisamos nos libertar, nos arrepender. Há muitos que confessaram a Jesus Cristo como seu salvador, e continuam a pecar, como se não tivesse acontecendo nada. Deus não se deixa escarnecer. Tudo está patente aos seus olhos.
Para o conhecimento e lembrança de todos, a palavra de Deus não condena somente a opção sexual da relação de homem com home, mulher com mulher, como também a mentira, a prostituição, o homicídio, a idolatria, a feitiçaria, a devassidão, o adultério, os efeminados, os ladrões, os avarentos, os maldizentes, os roubadores, nenhum destas coisas herdarão o Reino de Deus. (Efésios 6.10 e Apocalipse 22.15) Não sou eu quem estou dizendo, mas a Palavra de Deus. 
As pessoas querem Deus, mas não querem aceitar a sua palavra, como pode isto?
Por isso Jesus disse para a igreja ir e ensinar as nações, ou seja, para conhecer a vontade do Pai, tem que haver ensinamento. 
Há muitos que estão condenando a atitude de um e de outro, mas estão negociando a Palavra de Deus, como se fossem empresários do reino, distorcendo o que está na Bíblia e pregando somente o que convém. E cabe lembrar que Deus também não se agrada disso, por que está escrito: "Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal."
Também está escrito: "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mateus 7.21) 
Também prestaram contas diante de Deus os falsos pastores, falsos pregadores do evangelho, por fazem o povo errar. 
Vale ressaltar que, como o pecado habita em nós, se não dermos crédito à Palavra de Deus, somos atraídos pelos nossos próprios desejos, que a princípio nos dão prazer e nos satisfazem, mas nos afastam de Deus. 
A palavra ainda é bem clara quando o homem insistem em seguir seus próprios desejos pecaminosos: "Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões (homens), deixando o usos natural da mulher, se inflamaram uns para os outros, vão com varão (homem com homem), cometendo torpeza e recendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro E, como eles se não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazem coisas que não convém; estando cheios de toda iniquidade, prostituição, malícia, avareza, maldade, inveja, homicídio, contenta, engano, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pai e mães; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, se misericórdia; os quais conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem." Conforme esta passagem, vimos que, na verdade, Deus não obriga o homem a nada, nem aceitar a sua vontade, porém, os deixam colher tudo o que plantão e a sociedade sofre com isso. 
O objetivo em trazer esse assunto é lembrar que Deus nos ama e deseja nos salvar por meio do seu filho Jesus Cristo. Deseja que venhamos chegar ao conhecimento da verdade, que é sua palavra. Não podemos somente sermos taxativos com um tipo de atitude, quando na verdade, podemos ser hipócritas em pecarmos e acharmos que somente os outros estão errados. 
Toda base deste artigo está na Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus, e o interesse que é cada qual que fizer esta leitura venha ter o conhecimento que Jesus é o caminho, a verdade e a vida, enviado por Deus para que nele tenhamos paz. 
Cada um tem todo o direito de crer em quem e no que quiser, mas também o dever de colher tudo o que planta e arcar com suas consequências. 
Um dia todo joelho se dobrará diante de Jesus e toda língua confessará que ele é o Senhor!
Não reflexão: Deus ama todos os homem e não o pecado! 
Deixa o Senhor te ajudar, a palavra dele transformar verdadeiramente todo teu ser. Sei que pode parecer confortável a situação em que você vive e te faltam forças para mudar, mas sem a ajuda de Deus não podemos chegar a lugar nenhum.
Não tenho por objetivo desrespeitar a ninguém, nem ofender, mas de mostrar que ainda se pode conhecer a vontade de Deus, conforme o que a Bíblia diz. Caso você não creia e não aceite, fica aqui os meus mais sinceros respeito a todas as pessoas, que devem ser tratadas dignamente, podendo também manifestar sua opinião!
Que o Senhor abençoe a todos nós!
OBS: O artigo está sendo postado também com base no artigo 5º , incisos IV e VI da Constituição Federal de 1988:
"IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato; "
"VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;"