1 de mai de 2016

O porquê muitos não são dizimistas.

Muitas pessoas não tem entendimento espiritual do dízimo, outros são mal ensinados. Alguns o apresentam como carga, obrigação religiosa, outros ainda usam o dízimo como subterfúgio para conseguir angariar recursos financeiros e montar impérios, o que escandaliza a muitos. Há aqueles, ainda, que pregam até contra o dízimo para serem “diferentes”, e conquistarem a simpatia de insatisfeitos.
Eis o porquê desta exposição sobre o dizimo que será apresentado de forma simples, espiritual e bíblica para ser uma bênção em sua vida e em sua amada igreja. Vamos então, responder a pergunta: Por que devemos ser um dizimista?
Abraão, o Pai da Fé, segundo a bíblia Sagrada, foi o primeiro homem de Deus à dizimar: "E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo." (Gênesis 14 : 20), em seguida seu filho Jacó:
E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; E eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR me será por Deus; E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo. (Gênesis 28.21-22), e assim, por todo velho e novo testamento, a palavra de Deus relata sobre o mandamento de dizimar na Casa de Deus. Muitos religiosos acreditam que a ordenança do dízimo foi feita somente depois da Lei de Moisés, e se encerrou no Novo Testamento, porém como veremos a seguir, chegaremos a conclusão que esta ordenança não foi extinta nem mesmo pelo Senhor Jesus, pelo contrário foi confirmada e ainda determinada como requisito de salvação eterna de uma pessoa.

Por que o dízimo é Santo – “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR. Porém, se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa, acrescentará a sua quinta parte sobre ela. No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR”. (Lv 27.30-32);
Por que quero ser participante das grandes bênçãos – “E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.E todas as nações vos chamarão bem-aventurados; porque vós sereis uma terra deleitosa, diz o SENHOR dos Exércitos”.
(Ml 3.11-12)
Por que amo a obra de Deus sobre a face da Terra – “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes”. (Ml 3.10)
Por que não quero ser amaldiçoado – Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.(Ml 3.8-9)
Por que Deus é dono de tudo, inclusive de meus bens e de minha vida – DO SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. (Sl 24.1)
Por que eu mesmo vou desfrutar dele na Casa de Deus – Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo. E, perante o SENHOR teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao SENHOR teu Deus todos os dias. (Dt 14.22-23)
Por que mais bem-aventurado é dar do que receber – Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber (At. 20.35)
Por que Deus ama ao que dá com alegria –"Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria." (II Cor 9. 7)
Por que não sou avarento – Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão. (I Tm. 6.10-11)
Por que meu rico tesouro está nos céus – Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.(MT 6.19-21);
Por que Jesus disse para não deixar de dizimar em hipótese alguma: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas ! Pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas” (Mateus 23.23)
Por que obedeço a Deus e não ao homem – Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens (At. 5.29)
Por que a bênção de Deus é que enriquece – A bênção do SENHOR é que enriquece; e não traz consigo dores (PV 10.22)
Por que receberei de Deus com a mesma medida – Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. (Lc 6.38)
Por que os pensamentos de Deus são mais altos que os meus – Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. (Is. 55.8-9)
Por que Deus me escolheu e me nomeou – Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda (João 15.16)
Por que minha descendência não vai mendigar o pão – Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão (Sl 37.25)
Por que meu salário não será posto em saco furado – Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vesti-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado. (Ag 1.6)
Por que quero ter a consciência tranquila – Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé (I Tm. 1.19)
Por que tudo que o homem plantar, isso colherá – Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. (Gl 6.7)
Por que Deus suprirá todas as minhas necessidades – O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus (Fp 4.19);
Por que não posso roubar o dízimo de Deus e perder a minha salvação - "nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os ROUBADORES herdarão o reino de Deus." (I Coríntios 6.10);
Por que devo entregar meu dízimo ao líder da igreja que congrego - "E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive." (Hebreus 7.8)

“Convicto de que Deus é o dono de todas as coisas, inclusive de mim mesmo. Levo para a Casa de Deus, como um ato de fé, a décima parte de tudo quanto Ele me ajuda a ganhar mensalmente”. Por isto, se você nunca foi dizimista, peça perdão a Deus e comece a dizimar em sua amada igreja e seja abençoado grandemente, em nome de Jesus.

Fonte : Deus... Fala Comigo, Senhor !!!