26 de jun de 2016

O que Deus uniu, não pode separar as dívidas.

     
O ser humano em sua maioria tem um desejo de se casar e construir uma família, então tanto o homem, quanto a mulher, procura se preparar para passar uma vida a dois, mas até onde o casal se prepara para o casamento? É impressionante como nós temos a capacidade de nos preocuparmos com o aqui e o agora, e as vezes não conseguimos enxergar um pouco mais adiante. Normalmente um casal ao se preparar para o casamento se preocupa em quem vão ser os padrinhos, que roupas vão usar, onde vai ser o salão, quantos quilos de carne vão precisar, quantos litros de bebidas será necessário, quantos convidados serão chamados, e se preocupam com muitas outras coisas deste tipo. É completamente natural que eles venham se preocupar com essas coisas, não vejo mal nenhum em se preocupar com estas coisas, e quando tudo já esta pronto e tudo acertados, eles então marcam a data do casamento. No dia marcado eles entram na igreja, ou em lugar específico para celebrar a cerimônia de casamento e as palavras mais aguardada é eu vos declaro marido e mulher até que a morte vos separe. Mas poderíamos colocar outra frase, "até que as dívidas o separe".
        É preciso seguir algumas orientações para resolver estes problemas, para que as finanças não venham atrapalhar o relacionamento conjugal do casal. vamos lá?

  • Organização - Primeiro é preciso se organizar, é recomendável fazer uma planilha, de entradas e saídas. Muita das vezes recebemos nosso pagamento e na metade do mês já não temos mais dinheiro, e não temos mais a noção como foi gasto, portanto crie um hábito de organizar financeiramente. e anote tudo o que entra e o que gasta, e você vai se surpreender percebendo que haverá alguns gastos desnecessário que poderiam serem poupados, para uma eventual necessidade.
  • Gaste menos do que você ganha - Segundo é preciso gastar menos do que você ganha, é muito importante ter sempre uma reserva de seu salário em mãos. Cuidados com as ofertas enganosas, onde nós olhamos somente pelo valor das parcelas e não olhamos para a quantidade de parcelas, um grande exemplo disso é quando resolvemos comprar um carro, pela qual o vendedor facilita e muito nossa condição de compra, diminuindo os valores da parcela e aumentando as parcelas, fazendo com que suba os juros e aumente e muito o valor do carro, cuidado se precisar parcelar procure dar um valor significativo de entrada ou tenha um pouco mais de paciência e espere para comprar a vista.
  • Economizar - Terceiro é preciso economizar, pode ter certeza não é você que ganha pouco, mas são os seus gastos que são elevados, não importa o valor que você, se você não criar o hábito de economizar, quanto maior for seu salário, maior será seu gasto. Pense no hoje, mas não se esqueça do amanhã.
  • Cuidado com o cartão de crédito - Quarto o cartão de crédito pode ser um grande perigo se não saber usá-lo corretamente, as vezes não temos dinheiro em mãos e usamos cartão de crédito como alternativa, mas é preciso lembrar que a fatura vem e você vai precisar do dinheiro que você não tem hoje, para pagar a fatura amanhã. Procure pagar o valor total da fatura, e não pague fora do prazo de vencimento, pois os juros são altíssimos.


          Essas são algumas das várias dicas que você pode está fazendo para que as dívidas não separe seu casamento. O que Deus uniu, não pode separar as dívidas.
                                   Confira este vídeo e aprenda a economizar dentro de casa: