O vento e a erva - Isaías 40:7

Wilma Rejane


Seca-se a erva, caem as flores, soprando nelas o hálito do Senhor. Na verdade, o povo é erva. Seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre. Isaías 40: 7-8 e I Pedro 1:24,25.

A Vida é breve, como as frágeis flores que cobrem algumas planícies da Palestina. Desabrocham, exalam perfume, beleza, mas quando o vento sopra sobre elas, em questão de segundos se despedaçam e se vão para nunca mais voltar. Em contraste com essa finitude, está a Palavra de Deus, que permanece para sempre. Ela é como o ar, o vento que mantem viva todas as espécies de seres planetários, é o hálito que sopra nas ervas.
E esse hálito, pode ser entendido como: liberdade, juízo, julgamento. João 3:8 diz: "O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito."
João compara o novo nascimento a ação do Espírito Santo, um vento soprando, nas ervas, nos homens.

Coisas vão e vêm,…

Ainda existem profetas em nossos dias atuais?

 
 É muito fácil esta questão, quando se tem conhecimento, de como era o ofício de um profeta no Antigo Testamento e de como era este ofício no Novo Testamento. Se observarmos com atenção, iremos perceber que o ministério profético jamais deixou de existir, mesmo naqueles períodos de grande perseguição contra a igreja, este ministério jamais recuou, pelo contrário são nestes períodos em que são atuados ainda mais fortificado.
   houve um tempo em que já não acreditava-se na atualidade do batismo no Espírito Santo, e consequentemente na atualidade dos dons espirituais, juntamente com a descrença destas coisas, desapareceu também o dom de profecia, mas isto teve um fim no avivamento da Rua Azuza, através do pastor norte- africano Wilian Semyor, regatando de ma vez por todas, a crença no batismo com Espírito Santo e na atualidade do dons espirituais. Não tem negar a presença destes dons espirituais em nossos dias atuais, uma coisa é certa contra "fatos não há argumentos'.
   Se fizermos uma análise profunda nas Escrituras Sagradas ( Bíblia ), iremos observar que não há nada que comprove que os dons espirituais, seria apenas para os primeiros séculos da igreja, como algumas denominações vem defendendo esta tese com "unhas e dentes". É evidente que há uma enorme necessidade da utilização dos dons espirituais em nossos dias atuais.
   O apostolo Paulo diz : Procurai com zelo os melhores dons, principalmente o de profetizar. Notem que Paulo colocou o dom de profecia, dentre os melhores dons, talvez seja o dom de profecia o melhor dom, pois é através deste dom que a igreja é edificada em sua totalidade.
   O que precisamos é entender a diferença do termo profeta. No decorrer dos tempos as funções dos profetas vem mudando, no Antigo Testamento eles atuavam de um jeito, no Novo Testamento de outro jeito, e hoje de um outro jeito totalmente diferente. Mediante  a isso cheguei a uma conclusão que não há profetas hoje, atuando da mesma forma que atuavam nos tempos mais antigos, por outro lado podemos afirmar que o dom de profecia existe e esta presente em nossa atualidade, e pessoas portadoras deste dom usa ele para admoestação, exortação, para advertir ou até mesmo consolar a igreja, suas mensagens visam a edificação da igreja do Senhor.