O vento e a erva - Isaías 40:7

Wilma Rejane


Seca-se a erva, caem as flores, soprando nelas o hálito do Senhor. Na verdade, o povo é erva. Seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre. Isaías 40: 7-8 e I Pedro 1:24,25.

A Vida é breve, como as frágeis flores que cobrem algumas planícies da Palestina. Desabrocham, exalam perfume, beleza, mas quando o vento sopra sobre elas, em questão de segundos se despedaçam e se vão para nunca mais voltar. Em contraste com essa finitude, está a Palavra de Deus, que permanece para sempre. Ela é como o ar, o vento que mantem viva todas as espécies de seres planetários, é o hálito que sopra nas ervas.
E esse hálito, pode ser entendido como: liberdade, juízo, julgamento. João 3:8 diz: "O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito."
João compara o novo nascimento a ação do Espírito Santo, um vento soprando, nas ervas, nos homens.

Coisas vão e vêm,…

A dignidade no ministério


   Não maior dignidade nesta terra, em relação a funções, cargos e obrigações, do que ser um ministro do evangelho. Por mais alta e elevada função que pessoa consiga obter neste mundo, chega a ser nada, quando comparamos com a função de pregar o evangelho da salvação.
   Não quero desmerecer nenhum presidente,imperador ou outros tipos de governo existente no mundo, reconheço que eles exercem funções importantes e necessárias em nossa sociedade, e sem estas funções seriam caóticas a sitação da civilização, devido estes homens e mulheres tratarem de assuntos extremamentes necessários, contudo vale a pena lembrar, mesmo sendo necessárias e indispensáveis