O vento e a erva - Isaías 40:7

Wilma Rejane


Seca-se a erva, caem as flores, soprando nelas o hálito do Senhor. Na verdade, o povo é erva. Seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre. Isaías 40: 7-8 e I Pedro 1:24,25.

A Vida é breve, como as frágeis flores que cobrem algumas planícies da Palestina. Desabrocham, exalam perfume, beleza, mas quando o vento sopra sobre elas, em questão de segundos se despedaçam e se vão para nunca mais voltar. Em contraste com essa finitude, está a Palavra de Deus, que permanece para sempre. Ela é como o ar, o vento que mantem viva todas as espécies de seres planetários, é o hálito que sopra nas ervas.
E esse hálito, pode ser entendido como: liberdade, juízo, julgamento. João 3:8 diz: "O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito."
João compara o novo nascimento a ação do Espírito Santo, um vento soprando, nas ervas, nos homens.

Coisas vão e vêm,…

Em quem você confia?




   "Uma criança estava sozinha no aeroporto a espera do seu voo. Após esperar um tempo foi colocada na fila de embarque. Quando o avião decolou , a criança começou a colorir um desenho. Os passageiros se admiravam ao ver a tranquilidade daquela criança mesmo estando só. De repente, o avião entra em turbulência e todos os passageiros ficam desesperados, com medo. Mas a criança continuava tranquila em sua poltrona colorindo seu desenho. Quando a turbulência passou, uma passageira que estava ao lado da criança perguntou: Você não ficou com medo da turbulência?' A criança, sorrindo, respondeu: Não. Meu pai é o piloto!'...



  
   Ao enfrentar as 'turbulências' da vida, é bom se lembrar que Deus é o 'piloto'.
 
  
Reconheça quem está na direção da sua vida.
Então poderá definir se é preciso ter medo ou se sentir seguro.