Não convertidos estão presos ao passado

  No primeiro encontro entre Jesus e Pedro Ele o chama de CEFAS, em hebraico, confirmando a sua procedência profética. O nome Cefas, significa PEDRA, representando firmeza, força e autoridade, mas agora, cerca de três anos depois, em Lucas 22.31 vemos o Senhor Jesus chamá-lo de “Simão”, e como se não bastasse ter sido chamado uma vez, o Senhor o chamou duas vezes dizendo: “Simão, Simão”. Todas as vezes que a bíblia chama alguém pelo seu nome duas vezes, encontramos uma advertência quanto a algo importante que já deveria ter acontecido ou que vai acontecer em relação à própria pessoa.
    A tradução literal para “Simão”, nome antigo de Pedro é “Cana Rachada”. Se você puxar um pouco pela sua imaginação, poderá ver uma cana rachada, balançando com o vento e certamente caindo por falta de sustentação. Sempre sujeito aos ventos contrários, capazes de derrubá-lo com facilidade, mesmo contra a sua vontade. Por outro lado o temperamento sanguíneo de Pedro revela-nos todas as dificuldades impostas aos sanguíneos.
 Estes sofrem por tomar decisões precipitadas, por falar sem pensar, por agir intempestivamente e mudar rapidamente de ideia. Quando Jesus chamou o “apóstolo Pedro” de “Simão”, estava dizendo o seguinte: “Pedrão, você ainda não se converteu! Continua cheio das suas atitudes do passado, vivendo exatamente como antes. Apesar de andar ao meu lado por todos estes anos o seu interior ainda é o mesmo Simão”.
  Tempo de crente não é garantia de salvação. Não adianta entrar no evangelho, sem que o evangelho entre em você.É necessário deixar o "velho homem" pra tráz e começar a viver a "nova criatura" renascida em Cristo. Os pecados do passado devem serem largados e abraçar a nova vida em Cristo Jesus.