Você já foi em uma ADSA Brasil ?


A igreja teve origem nos cultos de domingo na residencia dos Irmãos Oscar Leite e Amélia na Vila Campo Grande. Aquele trabalho foi iniciativa comum entre dois irmãos: Pastor Raimundo Nonato Barreto que na época já Pastoreava a Assembleia de Deus em São Caetano do Sul e do próprio Irmão Oscar Leite.
O Primeiro procurava um lugar para semear o Evangelho através de um novo campo no Bairro de Santo Amaro, e o segundo tinha dificuldades de locomoção para assistir aos cultos na Igreja que congregava no Bairro do Brás. Então o Pastor Antonio Nonato Barreto, enviou dois cooperadores para dirigirem os cultos aos domingos na casa do irmão Oscar Leite, que foram os Irmãos Manuel Fernandes e José Olegário, que mais tarde foram substituídos pelo Irmão Alfredo Orlando.
Passado quase um ano, a residência do Irmão Oscar Leite não comportava mais os fiéis. Só para se ter uma ideia, no segundo culto ao ar livre na Estrada da Campininha, 10 vidas se renderam a Cristo. Devido a este crescimento vigoroso, por iniciativa do Irmão Alfredo Orlando em comum acordo com o Pastor Raimundo Nonato, que os irmãos começaram a orar e procurar por um salão de aluguel no centro do Bairro de Santo Amaro.
E assim no de 1951 iniciou a congregação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Bairro de Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, no número 224 da Rua Voluntário Delmiro Sampaio, alí permanecendo como sede provisória até quanto então houve a inauguração do primeiro Templo Sede Própria da Igreja localizada na Rua São Leônidas, 134. A primeira irmã a ser usada poderosamente para pregar o evangelho em Santo Amaro, foi a esposa do irmão Alfredo Orlando, Irmã Evadinéia Capellaria Orlando. Eram varias as famílias que vieram a congregar no Salão da Delmiro Sampaio nos primeiros anos: Irmão Luiz Avelino, esposa e toda família Rosa de Lima, cujo chefe era o Irmão Antonio Rosa de Lima, João Paulino e esposa, Manoel Paz e família, Irmão Teófilo e esposa irmã Maria Teófila, cuja casa era local de cultos, depois foi comprada e hoje é a conhecida Igreja de Vila Arriete; Irmão Joaquim Pedro e Irmã Benedita, Irmão Pedro Pereira e irmã Zulmira, Cooperador Mariano, Irmã Maria, filhos e família Corralheiro, Irmão João Galdino de Lima, Irmã Noemia e crianças. Em 1952 veia de Juiz de Fora para São Paulo a família do irmão Antonio Conceição Rosa. Irmãos dão testemunhos de que os primeiros batismos foram feitos em poços de aguá em frente á residência do Pr. Rosa em Vila Isa.
Com a saída do Irmão Alfredo Orlando, o Pastor Raimundo Barreto Consagrou o Irmão Antonio da Conceição Rosa ao cargo de Presbítero, e então o Presbítero Antonio Rosa foi o segundo dirigente da congregação de Santo Amaro, com o crescimento da Igreja os dízimo e ofertas com autorização do Pastor Raimundo, foi aberta uma poupança na Caixa Econômica Federal para guardar as arrecadações para a futura compra de um terreno para a Sede própria. No ano de 1954 o Pastor Raimundo Nonato Barreto emancipou a Igreja em Santo Amaro e foi registrado em cartório o primeiro Estatuto Social, formando assim a primeira diretoria da Igreja que foram:
  • Presidente: Pastor Raimundo Nonato Barreto
  • Vice – Presidente: Pastor Antonio Conceição Rosa
  • Primeira Secretária: Irmã Julieta Garcia
  • Segundo Secretário: Irmão Oscar Leite
  • Primeiro Tesoureiro: Irmão Luiz Avelino da Silva
Na primeira sexta-feira de janeiro de 1958, foi eleita a segunda diretoria da Igreja, que foram:
  • Presidente: Pastor Antonio da Conceição Rosa
  • Vice-Presidente: Irmão João Galdino de Lima
  • Primeiro Secretário: Irmão Gerson Thomé
  • Primeiro Tesoureiro: Irmão Luiz Avelino
A ultima ata assinada pelo Pastor Antonio da Conceição Rosa foi a de fevereiro de 1972. No dia 6 de março de 1972 uma grande tragédia marcaria os membros da Igreja, onde haveria uma grande mudança. Uma comitiva de pastores indo ao Rio de Janeiro para fazer a obra, se envolveram em um grave acidente, uma carreta colidiu com o carro da igreja e infelizmente vieram a falecer o Pastor presidente Antônio da Conceição Rosa e o então vice-presidente Pastor Lima.
Em oito de abril de 1972, veio a Igreja em Santo Amaro para cuidar da escolha da nova diretoria o Pastor Paulo Leivas Macalão. Naquela ocasião, convidou a Igreja para para juntos cantarem o hino 141 da Harpa Cristã e depois pediu aos irmãos que abrissem suas Bíblias na II Carta de Paulo a Timóteo no capítulo 4 e versículo 7 homenageando o Pastor Antonio da Conceição Rosa, que passara a estar com o Senhor Jesus Cristo na glória celestial, durante a reunião foi proposta uma nova diretoria, que após aprovação de todos ficou:
  • Presidente: Pastor João Galdino de Lima
  • Vice-Presidente: Pastor Oscar Leite
  • Primeiro Tesoureiro: Pastor Arlindo Pedro Costa
  • Segundo Tesoureiro: Diácono Luiz Avelino da Silva
Uma nova história estava sendo criada, foi comprado pela igreja o terreno para Construir sua primeira Sede Própria, primeiramente foi um lote de 300 m2 que hoje fica na Avenida Washington Luiz depois do Posto Shell, na direção da ponte do Socorro. Pouco tempo depois o Sr. Belarmino Carneiro Liar propôs uma troca, ele oferecia 2 lotes com 500 m2 de área em troca dos 300 m2 da Avenida Washington Luiz. Foi neste 500 m2, que foi construído o templo da Rua São Leônidas, 134, a primeira sede própria do ministério.
O crescimento foi estrondoso com a inauguração de templos e com um corpo de obreiros unidos em uma só fé, um só amor, um só propósito. Assim lançaram o projeto da catedral na Rua João Alfredo n°527.

Mediante muita dedicação e sempre contando com a ajuda de Deus e do corpo de obreiros e membros, a sede foi inaugurada no dia 3 de novembro de 2007. Um sonho que Deus realizou em vida do Pastor Presidente de Honra João Galdino de Lima.No ano de 2003 o Pastor Marcos Galdino é nomeado o novo presidente por uma votação unanime, imediatamente toma a frente de desafios que estavam por vim, um deles era a inauguração da catedral que a 5 anos em construção.
Em 14 de Fevereiro de 2014, em uma reunião de obreiros abençoada com a participação de mais de mil pessoas, foi realizada uma Assembleia Geral Extraordinária, onde o então Presidente falou da necessidade de a Igreja crescer em uma nova visão, foi apresentando aos presentes o nome do Pastor Marcos Galdino de Lima Junior, então Vice-Presidente do Ministério para assumir a responsabilidade de ser o mais novo Pastor Presidente da ADSA Brasil, por unanimidade assim então foi empossado como o mais novo Pastor Presidente de uma Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Brasil.
Com seus 30 anos de idade o Pastor Marcos Galdino de Lima Junior, vem com muito esforço e dedicação implantando uma visão de unidade e capacitação ministerial para que a igreja cada dia seja mais forte e possa cumprir o Ide de Jesus Cristo com excelência.
Sempre com o objetivo de ganhar almas para o Reino de Deus vamos caminhando rumo a salvação. Parabéns aos membros, aos ministros que colaboraram para a obra do Senhor, a todos membros dessa geração, que estão construindo uma nova história
Fontes: Jornal Araujo JUADSA Ano I – Número 05 – Novembro/Dezembro de 1986 página 07, Jornalista Renato Ariedi Lima e contribuição de diversos membros da ADSA Brasil.