Maturidade

    Hebreus 5.12 Porque, devendo já ser mestres pelo tempo, ainda necessitais de que se vos torne a ensinar quais sejam os primeiros rudimentos das palavras de Deus; e vos haveis feito tais que necessitais de leite, e não de sólido mantimento.
   Hebreus 6.3 E isto faremos, se Deus o permitir.
    1Coríntios 13.11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
   Maturidade significa: Conquista da estabilidade, do equilíbrio e, consequentemente, da sabedoria. Seu alcance pressupõe a finalização de um processo, dentro do qual outros tantos tiveram de ocorrer. Uma pessoa madura é consciente, sobretudo com aquilo que não está sob seu controle. Ela sabe que quando chegou aqui já havia sistemas e regras estabelecidas, e do muito do conhecimento que pode usufruir foi à custa da experiência de seus antepassados com o fracasso.  Sabe também que tem limites e que deve respeitá-los
   Chegar a esta conclusão não é fácil, mas só passando por este aprendizado nos tornaremos maduros. Precisamos observar e avaliar situações- não que viveremos de estatísticas, mas devemos prever consequências, sabendo equacionar causa e efeito. Não é difícil, porém, observar que a maioria das pessoas recusa-se de certa forma alcançar esse patamar. Suas personalidades imaturas acabam sendo a maior causa dos conflitos por problemas comportamentais inadequados. São adultos que agem como crianças mimadas; exigentes; temperamentais; impacientes.
   Querem mudar o curso das coisas sem que haja transformação em suas atitudes erradas, mas sem autoconhecimento a maturidade torna-se inatingível . Não resolve nada procurar um ingrediente mágico que soluciona os problemas sem que se tenha de trabalhar por isso. Espiritualmente não é diferente.
   O autor das cartas aos Hebreus fala sobre pessoas que conheceram a verdade, mas pararam no nível básico da fé e têm imensa dificuldade em exercitá-la. Não tem estruturas para enfrentar suas limitações e superá-las por meio da correção de seus valores e de suas atitudes. Regridem com facilidades, por falta de perseverança. Na dinâmica da vida é assim: quem não cresce, certamente diminui.
   Cristo é o nosso padrão de maturidade e também nos ajuda a atingi-la. Quanto mais aprofundamos  na palavra de Deus, mais crescemos.

PRESENTE DIÁRIO