Total de visualizações de página

PREPARAR, APONTAR E......! CALMA: DESARME-SE!





Resultado de imagem para pessoa com as mão estendidas para agredir Vivemos dias em que as pessoas estão de prontidão para atacar ao menor sinal de ameaça. Seja ela em qualquer área da nossa vida. A liberdade de expressão parece ter promovido mais um campo de batalha do que um benefício! Hoje, defender seus ideais e seu modo de vida, tem custado muito para algumas pessoas, fazendo-as arriscarem qualquer coisa para que sua vontade seja estabelecida. Não toleramos o que nos é contrário ao ponto de não ouvirmos com um coração inclinado ao aprendizado, e logo atacamos verazmente com palavras agressivas e até fisicamente. É notório a falta de paz e o diálogo argumentativo já não permeia os relacionamentos. Mais atacamos do que defendemos, e só é possível elaborar uma boa defesa com calma, analisando aquilo que nos vem ao encontro. As pessoas não se ouvem mais. E esse ouvir é considerar que cada um, na sua individualidade, tem um ponto de vista, seja qual base ou valores estão arraigados em suas mentes. 
   Quando nos ocupamos muito em atacar, não temos tempo sequer para refletir sobre o que iremos falar. Talvez falte cultivar mais a mansidão. Quando já não conseguimos mais falar pacificamente,  nenhum resultado será observado nas discussões cotidianas. A agressividade poe um ponto final antes de qualquer conclusão e, aquilo que deveria gerar trocas de opiniões, termina em confusão. É possível sim ser manso, sem abandonar seu ponto de vista. Um dos significados de manso é:em estado de tranquilidade; apaziguado; calmo. É normal alguém irar-se por algo que lhe incomode a tal ponto de fazer-lhe perder a paz, porém se devolver na mesma intensidade a afronta que se recebida, todas as vezes, não se chegará a nenhuma compreensão da causa. Em termos religiosos mansidão característico daquele que é brando, pacífico e que possui moderações nas ações. Alguém com os nervos "a flor da pele" não tem o controle de tudo o que diz ou pratica. Em situações de grande irar, aquele que é manso consegue agir e pensar melhor, ponderar aquilo que é realmente relevante ou não. A mansidão desarma tanto a si mesmo como a outra parte enfurecida, que por sua vez, não terá combustível para inflamar mais ainda sua ira. A falta de mansidão nos faz "perder a cabeça", destruir outra pessoa emocional e fisicamente. Com mansidão conseguimos selecionar melhor as palavras que iremos utilizar e  acalmar a outra pessoa e também permitir que ambos reflitam sobre o que está acontecendo. Não que seja uma tarefa fácil, mas tudo precisa ser exercitado. O próprio Jesus disse para aprender com ele sobre a mansidão. Pensemos se em todas as vezes que ele fosse confrontado por homens irados, caso agisse na mesma intensidade, provavelmente não teria cumprido sua missão de anunciar o evangelho.Muitas vezes precisamos parar e depois agir com mansidão para compreendermos melhor situações que não nos mostra clareza por causa da agressividade na discussão. Quantos perderam suas vidas, viram seus relacionamentos acabarem, porque faltou mansidão em muitas ocasiões. A mansidão requer humildade para ser praticada e não ceder à tentação de vangloriar-se. A intenção aqui não é privar as pessoas de se manifestarem, mas de ponderar suas ações com mansidão
   Consideremos a mansidão como um virtude a ser alcança e praticada! 
Antes de preparar, apontar e......... mantenha a calma e desarme-se!