ARTIGOS GOSPEL

O ateu cego



Muitas vezes os ateus pedem para serem convencidos da existência de Deus. Uma tentativa meio infantil de tentar se colocar numa posição superior, como se a crença em Deus fosse algo que necessitasse ser provada dessa maneira para que fosse digna de crédito.

Na verdade, para um verdadeiro cético questionador, como eles gostam de se autoproclamar, a primeira coisa a ser questionada seriam as suas próprias crenças e não a de terceiros.
Quais os fatos, argumentos, lógica e razão que sustentam a sua atual crença? Elas são credíveis de fato? Será que a comprovação que o ateu exige do cristianismo é a mesma que ele exigiu para aceitar as premissas que o tornaram ateu? Será que ele avaliou de maneira isenta e julgou todas as vertentes com o mesmo padrão?

Pois o ateísmo parte de uma série de premissas que são aceitas pela fé, sem provas. Como a própria inexistência de Deus, a inexistência de verdades absolutas, padrões éticos e morais absolutos e etc. O próprio ato de pensar envolve certas coisas que não podem ser provadas, chamados axiomas. Se o ateu for realmente cético em relação à tudo, também deverá ser com sua própria capacidade de raciocinar. Se de fato fizessem isso, afundariam camada após camada em seu ceticismo.

Só alguns exemplos para ilustrar: uns céticos afirmam que não existe verdade e que tudo seria relativo. Então como ele espera convencer alguém que o ateísmo é verdadeiro e o cristianismo é falso se tudo é relativo?

Outros dizem que somos apenas um aglomerado de células em movimento, sem propósito, apenas evoluindo ao acaso. Bem, se eles realmente pensam assim e se todos os movimentos da sua própria mente são destituídos de sentido, então suas mentes são destituídas de sentido, e eles são destituídos de sentido, e não faz o menor sentido dar ouvidos ao que eles falam.

O ateu não percebe que o ateísmo em suas raízes não produz uma visão racional do mundo, até porque não tem como existir algo digno de ser chamada racionalidade nesse processo.

A maioria dos ateus assume essa posição simplesmente para tentar escapar da soberania de Deus. Eles pensam que O negando, Deus deixaria de existir e não os condenaria pelos seus pecados. Assim eles podem viver como bem queiram, entregues aos próprios desejos. Eles agem assim não porque investigaram à fundo intelectualmente e estudaram as razões das coisas para se fundamentarem numa posição, mas por puro orgulho.

Mas sinto informar, negar a Deus não faz com que Ele desapareça. Um país de cegos pode negar a existência do Sol, mas isso não muda a realidade dos fatos.
Também já fui esse cego, mas hoje posso dizer: era cego e hoje vejo.
O ateísmo é apenas uma forma de disfarçar a falta de entendimento sobre Deus e escapar das consequências do pecado, pode ser uma maneira de chamar atenção e parecer intelectualmente superior a outras pessoas, mas no fundo não passa de uma revolta contra o Senhor de todas as coisas.

[ O CAMINHO ]

O ateu cego O ateu cego Reviewed by Pastor Ivo Costa on setembro 30, 2018 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.